Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Lula diz que crescimento não é o vôo de galinha nem de tucano

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou hoje aos líderes dos partidos aliados o discurso otimista para 2005 e arrancou sonoras risadas ao dizer que o "crescimento não é o vôo de galinha nem de tucano". No encontro com os líderes no Palácio do Planalto, o presidente assegurou que não pretende desviar a agenda de 2005 para antecipar a discussão do processo eleitoral de 2006. "Temos muito o que fazer em 2005", disse para acrescentar: "Não vai ter notícia que me tira deste otimismo".Ao agradecer os parlamentares pelo desempenho no Congresso, Lula chamou atenção para a necessidade de aprovar na próxima semana o Orçamento da União e voltou a ser aplaudido quando defendeu a prioridade para a liberação de recursos do Orçamento para emendas individuais. "A não aprovação do Orçamento atrasa a execução orçamentária", comentou o líder do PT, deputado Arlindo Chinaglia (SP).Especificamente sobre o PMDB, disse que o tamanho do apoio que tem no partido está mais nítido. Mas não deu avançou sobre a reforma ministerial. "Será ao meu tempo", disse, conforme relato de líderes presentes.

Agencia Estado,

23 de dezembro de 2004 | 13h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.