Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Lula diz que petróleo da área pré-sal é do povo

Pré-sal é a camada onde foram feitas as últimas descobertas da Petrobras

Adriana Chiarini, da Agência Estado,

12 de agosto de 2008 | 16h49

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta terça-feira, 12, que a camada pré-sal - onde foram feitas as últimas descobertas da Petrobras - não pode ficar na "mão de meia dúzia de empresas. Em discurso após a segunda reunião do grupo interministerial criado para discutir a questão da exploração das jazidas de petróleo na área do pré-sal, Lula afirmou que o "petróleo não é do governo do Rio, não é da Petrobras, é do povo".   Veja também: Lucro da Petrobrás cresce 44% Área de refino da Petrobrás perde R$ 615 milhões Nervoso, investidor ''pune'' ações da empresa Preço do petróleo volta aos níveis de 1º de maio Economática: lucro da Petrobras é 3º maior das Américas    Após as declarações de Lula, a alta das ações da Petrobras começou a diminuir. As ordinárias (ON, com direito a voto), que chegaram a valer R$ 41,40 no patamar máximo, recuam para R$ 40,21, em alta de 0,88%. As preferenciais (PN, sem direito a voto) são vendidas a R$ 32,94, em alta de 0,73%. A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) tenta reduzir a queda e às 16h49 opera com baixa de 0,50%.   Em frente ao terreno da antiga sede da União Nacional dos Estudantes (UNE), Lula pediu o apoio da entidade para alterar a lei do petróleo. "Precisamos mexer na lei do petróleo deste País. Este petróleo, a seis mil metros de profundidade, é um patrimônio do País", disse Lula referindo-se as descobertas na camada de pré-sal.   De acordo com o presidente, é preciso que parte da riqueza do petróleo seja destinada "à educação deste País, para os pobres deste País". Lula lembrou que constituiu por decreto um grupo interministerial para estudar como tratar a questão da descoberta na camada de pré-sal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.