coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Lula e Uribe querem tirar dólar do comércio bilateral

Brasil e Colômbia poderão deixar de lado o dólar e usar as próprias moedas para pagar as transações comerciais entre os dois países, a exemplo do que já acontece com uma parcela das negociações entre Brasil e Argentina desde o fim de setembro do ano passado. Este foi um dos principais temas da conversa entre o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe, e Luiz Inácio Lula da Silva, no Palácio do Planalto, durante visita oficial do colombiano ao País. Lula quer que esse mecanismo seja usado entre os 12 países que integram a União das Nações Sul-Americanas (Unasul). Lula e Uribe disseram que os presidentes dos bancos centrais e os ministros da Fazenda dos dois países precisam se reunir para acertar como as negociações comerciais seriam feitas. "Por que a nossa balança comercial não é feita nas nossas moedas? Por que nós temos que comprar dólar para tratar das exportações colombianas para o Brasil e das brasileiras para a Colômbia?", indagou Lula. Uribe anunciou ainda que seu país está aberto aos investimentos da Petrobrás em um projeto de ampliação da refinaria Reficar em conjunto com a estatal colombiana Ecopetrol.

Tânia Monteiro e Denise Chrispim Marin, O Estadao de S.Paulo

18 de fevereiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.