Lula elogia atuação de Brown

Pouco depois de chegar ao hotel onde está hospedado em Nova Délhi, na Índia, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ligou para o primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, para cumprimentá-lo por suas ações e propostas para combater a crise financeira internacional. Na conversa, Lula comentou que as decisões do primeiro-ministro terminaram pautando os governos da Europa e até os EUA.Segundo relato feito pelo assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, no telefonema Gordon Brown propôs a realização de uma reunião de líderes para continuar discutindo a crise e convidou Lula a participar. A idéia é que o encontro seja realizado até o fim do ano.Marco Aurélio, que acompanha o presidente na viagem à Espanha, Índia e Moçambique, disse que Lula ainda defendeu a necessidade de mudança da arquitetura financeira internacional. O assessor explicou que devem ocorrer uma série de reuniões entre os países até que se "cristalize uma proposta sobre essa nova arquitetura financeira". O assessor disse ainda que Gordon Brown "cresceu muito" no cenário internacional. "Não é que a crise o ajudou a crescer. Mas sim, a resposta que ele deu à crise".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.