Lula fala de medidas que já foram tomadas para crescimento

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva anunciou hoje uma série de medidas para a retomada do crescimento da economia e geração de empregos, em discurso na reunião do Conselho do Desenvolvimento Econômico e Social, no Palácio do Planalto.Entre as medidas estão o projeto que cria uma linha de crédito com desconto em folha para aposentados e pensionistas do INSS; o pagamento integral das correções relativas ao Fundo de Garantia por Tempo do Serviço (FGTS) para pessoas com mais de 60 anos, que tiveram perdas com planos econômicos anteriores; restauração de 7.800 quilômetros de estradas federais; e mudanças no projeto de estímulo ao primeiro emprego. Lula reafirmou ainda a liberação, ainda neste mês, de R$ 2,9 bilhões para obras de saneamento básico nos Estados e municípios.Segundo ele, só a liberação da correção do FGTS aos idosos injetará R$ 2,7 bilhões na economia e 19 milhões de aposentados e pensionista da Previdência poderão ter acesso às linhas de crédito da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil e de Bancos Privados. A parcela de empréstimos, nesse caso, não poderá ser superior a 30% do salário do aposentado.O presidente defendeu, durante o discurso, a política externa do seu governo e criticou a visão "preconceituosa" de parcela da sociedade, de que governar não exige diálogo nem negociação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.