Lula: IOF subiu para dificultar capital especulativo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que o governo decidiu aumentar o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre investimentos estrangeiros em renda fixa para "facilitar a entrada de dólares para o setor produtivo e criar dificuldades para o dinheiro que entra apenas para aplicação na bolsa ou para especular". As declarações foram feitas durante cerimônia de inauguração de seis novas hidrelétricas em Goiás. Segundo Lula, somente em setembro, entraram no Brasil US$ 16 bilhões.

LEONARDO GOY, ENVIADO ESPECIAL, Agencia Estado

19 de outubro de 2010 | 19h23

Em seu rápido discurso, o presidente listou as obras que Goiás deverá receber na sequência do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e disse que, no dia 20 de dezembro, vai inaugurar o trecho da Ferrovia Norte-Sul que chegará a Anápolis (GO). "Com isso teremos construído 1.350 quilômetros da Norte-Sul contra os 215 quilômetros feitos nos 17 anos antes de eu chegar", disse.

Lula reafirmou também que o Brasil está determinado a ser a quinta economia mundial até 2016. Em seguida, apesar de não fazer referência direta às eleições, subiu o tom político ao dizer que "este País não tem mais possibilidade de voltar ao passado".

Tudo o que sabemos sobre:
IOFLulacapital especulativo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.