Lula lança plataforma P-47 da Petrobras

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa hoje, no Rio, do lançamento da plataforma de tratamento de petróleo P-47, da Petrobras, juntamente com a ministra de Minas e Energia, Dilma Rousseff e do presidente da estatal, José Eduardo Dutra, além de toda diretoria da companhia. A cerimônia vai ocorrer próximo ao porto do Rio, onde a P-47 passou por obras, que credenciaram o espaço para a realização de manutenção de plataformas e navios. A P-47 compunha o complexo de produção da P-36, que afundou em 2001 e estava sendo adaptada pela empresa paulista Ultratec no porto do Rio. Ela foi convertida em uma unidade de tratamento, estocagem e armazenamento de óleo e consumiu investimentos de US$ 83 milhões em um trabalho que levou 29 meses para ser concluído. A unidade ficará baseada no Campo de Marlim, na Bacia de Campos e vai tratar 150 mil barris de óleo por dia e 9,5 mil metros cúbicos de água, além de ter capacidade para armazenar 1,7 milhão de barris. A plataforma vai processar e tratar o óleo das quatro plataformas da área Norte de Marlim: P-18, P-19, P-20 e P-27, que produzem 250 mil barris por dia, sendo 185 mil barris de óleo e o restante de água. O tratamento que será feito pela P-47 vai permitir que o óleo ganhe qualidade para ser exportado.A previsão é que a unidade chegue ao seu destino em uma semana e entre em operação em setembro, cinco meses depois da previsão inicial. Segundo a Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip) a aferição do conteúdo nacional de bens e serviços da plataforma P-47, constatou um índice de conteúdo local de 64,5% sobre o valor do investimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.