coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Lula: não faltarão recursos para obras no País

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que o governo não vai deixar faltar recursos para financiar obras no País. No discurso na inauguração da hidrelétrica de São Salvador, o presidente voltou a fazer um apelo para que os empresários mantenham os investimentos. "Façam seus investimentos porque dinheiro nós temos para financiar", afirmou.Ele voltou a criticar as taxas elevadas dos serviços bancários. "O spread tem de se adequar à nova realidade", avaliou, em referência aos spreads bancários (diferença entre o juro do crédito e o custo de captação dos recursos pelos bancos). Lula comparou o momento atual ao período do governo do seu antecessor, Fernando Henrique Cardoso. "Hoje, só o Banco do Brasil tem disponível para crédito a mesma quantia que o Brasil todo tinha em 2002", afirmou. "Não há nenhuma razão para termos medo dessa crise", completou. Ele voltou a fazer o apelo para que os consumidores não deixem de comprar. "Troquem suas meias, seus sapatos e seu carro", recomendou. PACLula disse que orientou os seus ministros a priorizarem contratos de dois ou três turnos de trabalho para a realização de obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ao participar da inauguração da usina hidrelétrica de São Salvador, no Rio Tocantins, ele disse que a medida aumentará a oferta de emprego, especialmente para a mão de obra menos qualificada. "Neste começo de ano, que acho que será o período mais delicado, tenho pedido a meus ministros, a governadores e prefeitos, que nos contratos das obras de infraestrutura contratem com dois ou três turnos", disse em entrevista. Ele propôs que as empresas definam turnos das 6 horas às 14 horas e das 14 horas às 22 horas. "O que precisamos é aumentar a oferta de emprego", completou. "Se fizermos isso, vamos ter um patamar diferente."

LEONÊNCIO NOSSA, ENVIADO ESPECIAL, Agencia Estado

05 de fevereiro de 2009 | 15h48

Tudo o que sabemos sobre:
investimentosPACLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.