Lula: não há medidas cambiais com efeito imediato

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje que as medidas cambiais tomadas pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, e pelo Banco Central foram corretas e trarão efeitos no médio prazo. "Não existem medidas cambiais imediatas, elas foram anunciadas anteontem e acho que as pessoas nem sabem ainda. É como uma dor de cabeça, não melhora assim que você toma o comprimido." Lula disse que as medidas são de prevenção para facilitar e não inibir o crescimento e desenvolvimento do Brasil.Segundo Lula, as medidas servem para melhorar a capacidade de exportação do País e o governo trabalha para que o real não fique tão valorizado porque diminui a quantidade de produtos exportados.Lula participou hoje da cerimônia de anúncio de investimentos de R$ 155,9 milhões em saneamento e infra-estrutura para construção de um contorno ferroviário em Araraquara, São Paulo. Do total a ser investido, R$ 115,9 milhões serão oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e o restante será fornecido pelas prefeituras beneficiadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.