Lula não se reunirá com Bill Gates em Davos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu dar prioridade a autoridades de outros países nos encontros bilaterais que manterá durante sua participação no Fórum Econômico Mundial e não vai se reunir com o presidente da Microsoft, Bill Gates, e o megainvestidor George Soros. Gates foi um dos cerca de 15 empresários e autoridades, que solicitaram uma reunião com o chefe de Estado brasileiro durante o evento em Davos.A agenda de Lula ainda está sendo fechada, mas na sexta-feira, após desembarcar em Davos, o presidente brasileiro manterá encontros privados com o presidente da Comissão Européia, Jose Manuel Durão Barroso; o chanceler da Alemanha, Gerhard Schroeder; e o presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, além de proferir uma palestra no fórum. Há também possibilidade de que Lula se reúna com algum representante do governo da Noruega.No sábado, o presidente brasileiro deve se concentrar nas reuniões previstas no road show que o governo brasileiro vai promover junto a investidores e diretores de empresas multinacionais, evento que ocorrerá à margem do fórum econômico. Segundo assessores do presidente, ele decidiu priorizar os encontros com autoridades pois dedicará o sábado aos empresários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.