Lula: novas medidas serão anunciadas até 20 de janeiro

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva informou hoje, durante o programa semanal de rádio "Café com o Presidente", que até o dia 20 de janeiro do ano que vem o governo brasileiro deve anunciar novas medidas de incentivo ao crescimento econômico, sem dar mais detalhes. "Até o dia 20 de janeiro nós deveremos apresentar outras propostas de incentivo ao crescimento econômico. Acho importante todo mundo ter claro que nós não vamos ficar esperando a crise abalar o Brasil." Lula qualificou o ano de 2008 como "um ano bom para o brasileiro", apesar da crise financeira internacional, que atingiu o País no último trimestre deste ano. O presidente destacou os avanços do País, o crescimento econômico, a criação de empregos, a distribuição de renda, além de relacionar as medidas tomadas pelo governo para manter o crédito, como a liberação do compulsório, e os investimentos. Lula reiterou que o Brasil está preparado, tem reservas e um mercado interno forte. Lula prometeu muito trabalho em 2009 para evitar os efeitos perversos da crise e reafirmou que o Brasil continuará crescendo, ainda que menos do que o previsto, e gerando empregos. Ele insistiu que o Brasil deve olhar a crise como uma oportunidade para fazer as coisas que ainda não foram feitas, "mostrar que o dinamismo do mercado interno brasileiro é que vai permitir que a economia continue crescendo". O presidente também pediu ao povo brasileiro que comece o ano de cabeça erguida, com esperança, fé e disposição, porque o que o Brasil será em 2010 vai depender do que for feito em 2009. "O Brasil depende única e exclusivamente da capacidade do seu governo, da capacidade de sua gente, da capacidade dos seus empresários. Se todos nós trabalharmos com essa convicção, nós iremos ter um bom 2009."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.