Lula pede projetos realistas para a infra-estrutura

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta segunda-feira aos ministros presentes na reunião da Câmara de infra-estrutura que apresentassem um plano realista. Segundo o porta-voz da Presidência, André Singer, assim que estiverem definidos os projetos prioritários, eles serão anunciados pelo ministro do Planejamento, Guido Mantega. Não foi fixada uma data para a divulgação desse plano. Segundo o porta-voz, a reunião de hoje poderá se estender por outros dias. Ele afirmou que o presidente quer projetos que podem ser iniciados o mais rapidamente possível. De acordo com Singer, Mantega informou ao presidente que o setor de infra-estrutura precisa de R$ 191,4 bilhões entre 2004-2007. Mantega definiu como prioritárias as áreas de transportes (rodoviário, ferroviário, aeroviário e hidroviário), transporte urbano, energia elétrica, infra-estrutura hídrica, habitação e saneamento.A reunião da Câmara de Infra-estrutura ainda prossegue. A reunião conta com a presença de 11 ministros e com os presidentes do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, BNDES e Petrobras, além de representantes dos fundos de pensão Petros (Petrobras), Previ (BB) e Funcef (Caixa Econômica Federal).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.