Lula propõe a Bush parceria no setor de combustíveis

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva propôs a seu colega norte-americano, George W. Bush, uma parceira entre ambos os países na produção de combustíveis renováveis. Diante da imprensa, pouco antes de iniciar seu encontro reservado com Bush, na manhã desta segunda-feira, em São Petesburgo, na Rússia, Lula fez questão de lhe entregar uma pasta com as informações sobre a produção brasileira de biodiesel e a tecnologia do H-Bio. "Isso é quase um convite para uma grande parceria", insistiu. Bush deixou-se fotografar segurando a pasta, que trazia a imagem de um detalhe da bandeira brasileira. Mas nada respondeu. Poucoantes, havia lembrado que o Brasil é um "líder na discussão sobre fontesrenováveis de energia" e que estava interessado em escutar a opinião de Lula sobre o tema. A questão da segurança energética foi o principal tópico da reunião do último domingo e deverá ser retomada no encontro ampliado do G-8 com os chefes de Estado dos seis países em desenvolvimento convidados (Brasil, África do Sul, Índia, China, México e Congo), que é realizada nesta segunda-feira. O tema ganhou força com a elevação da tensão noOriente Médio na semana passada, que pode levar a um aumento ainda maior nos preços internacionais do petróleo. Nessa questão, um dos tópicos debatidos foi justamente o impulso aos combustíveis renováveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.