Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Lula propõe repasse de energia elétrica para a Argentina

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentou hoje à presidente Cristina Kirchner uma proposta de repasse de energia brasileira nos meses de inverno, quando a Argentina corre risco de desabastecimento por causa do aumento da demanda por eletricidade destinada ao aquecimento das residências e comércio. Também participou da reunião o presidente da Bolívia, Evo Morales.A preocupação de Lula é não criar mal-estar com a Argentina por causa da recusa em repassar gás boliviano ao país. Por isso, o governo brasileiro adotou o discurso de que não tem condições de abrir mão do gás, pois necessita dos 30 milhões de metros cúbicos importados diariamente da Bolívia. Em compensação, repassaria energia elétrica para a Argentina, de forma a não deixar o país vizinho desabastecido. Em entrevista ontem ao jornal argentino Clarín, Evo Morales reiterou que não conseguirá atender as demandas de Brasil e Argentina e defendeu a redistribuição das cotas do gás vendido aos dois países. A idéia não agrada ao governo brasileiro.

TÂNIA MONTEIRO, ENVIADA ESPECIAL DA AE, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2008 | 13h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.