Lula: queremos vitória do País sobre 25 anos incertos

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje que a nova política industrial, a chamada Política de Desenvolvimento Produtivo, vai assegurar uma trajetória de crescimento sustentável para o Brasil. "Queremos consolidar a vitória do Brasil sobre 25 anos de incertezas, de crescimento volátil e baixo", afirmou, durante discurso de lançamento do plano, na sede do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). "Temos os pés bem plantados no presente e estamos com os olhos voltados para o futuro", acrescentou.O presidente salientou que "investir, inovar e exportar" são as principais metas da nova política. "São metas baseadas na compreensão das transformações em curso no cenário mundial e inspiradas em uma visão de longo prazo", afirmou. Para Lula, o aumento da competitividade das exportações brasileiras só ocorrerá com investimentos em tecnologia. "A aceleração das mudanças tecnológicas é tão evidente e o investimento contínuo e crescente é condição necessária para o sucesso de qualquer empresa e de qualquer país."Lula relembrou a trajetória econômica dos últimos 25 anos, período no qual "aprendemos que não queremos inflação". "Aprendemos que queremos um governo com suas contas em dia. Aprendemos que as empresas não podem ser eternamente ineficientes e viver às custas de subsídios e protecionismo descabidos", afirmou, acrescentando: "estamos virando essa página. Mas nem por isso queremos apagá-la da nossa história."O presidente ressaltou ainda que a disposição dos empresários em investir depende de ações do governo, de um ambiente estimulante no País, de uma demanda em expansão, de confiança nas instituições e de expectativas positivas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.