Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Lula reconhece que houve pressão de alta na inflação

A íntegra da mensagem do presidente Luiz Inácio Lula da Silva enviada hoje ao Congresso Nacional, por ocasião da abertura do ano legislativo, reconhece que houve uma pressão de alta na inflação em 2007, mas pondera que o movimento ocorreu em um contexto de alta de preços na maioria dos países e foi fortemente determinada pela alta dos alimentos. "Excluindo-se o impacto da alta dos alimentos, a inflação brasileira, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), foi de apenas 2,23% no ano de 2007", diz o texto produzido pela Presidência da República.O documento ressalta que, mesmo em alta, a inflação terminou "praticamente no centro da meta de inflação de 4,5%, enquanto a taxa projetada pelo mercado para 2008 situa-se abaixo da meta". A mensagem diz que a inflação controlada é um dos indicadores de sustentabilidade do atual ciclo de crescimento do País e é o fator que tem permitido que o Brasil conviva com os menores níveis da história para a taxa básica de juros (Selic) e para a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), que remunera os empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

FABIO GRANER, Agencia Estado

06 de fevereiro de 2008 | 17h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.