Lula se declara feliz com deságio em leilão de usina

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se declarou "feliz", ao comentar o resultado do leilão de concessão da usina hidrelétrica de Santo Antonio, no Rio Madeira, à iniciativa privada, realizado hoje. "Estou feliz porque, na concorrência da hidrelétrica do Rio Madeira, tivemos um deságio de 35%, que é uma coisa extraordinária", afirmou o presidente, antes de embarcar de volta ao Brasil depois de assistir à posse de Christina Kirchner na presidência da Argentina.O presidente brasileiro fez questão de lembrar que o projeto do complexo hidrelétrico do Rio Madeira, em Rondônia, recebeu críticas de alguns setores. "Havia muita gente pessimista dizendo que não ia acontecer. E não só apareceram cinco empresas, como o megawatt-hora (MWh) foi de R$ 78,90", observou Lula. O preço máximo que os concorrentes poderiam ofertar no leilão era de R$ 122,00 por MWh.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.