Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Lula: ser a 5ª economia do mundo é desafio para o País

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que ser a quinta economia do planeta é um "desafio" para o Brasil. No programa semanal de rádio "Café com o Presidente" que foi ao ar hoje, Lula referiu-se a um estudo do Banco Mundial (Bird) segundo o qual, se o País continuar a crescer, pode em 2016, ano dos Jogos Olímpicos do Rio, ser a quinta nação mais rica do mundo. "É um desafio que está colocado para nós. Então, nós precisamos fazer as coisas corretas. Nós não temos de fazer nenhuma invenção e nenhuma mágica", afirmou. De acordo com o presidente, é preciso mais crédito e fazer desoneração de impostos para incentivar o consumidor brasileiro a comprar o que ele ainda não tem.

AE, Agencia Estado

26 de outubro de 2009 | 08h56

Lula afirmou que, ao se criar condições para que o cidadão compre casa, televisão, geladeira, fogão, máquina de lavar, roupa e carro, para citar alguns exemplos, gira-se a economia do Brasil. O presidente disse estar convencido de que o País está no caminho certo porque a economia, a indústria e o comércio crescem. Além disso, disse, cria-se emprego e aumenta-se a massa salarial. "O que o Brasil precisa é ter vários anos de crescimento consecutivo para que a gente possa gerar mais empregos, para que a gente possa gerar mais renda, aumentar os ganhos dos trabalhadores, porque aí a sociedade vai ter mais poder de consumo, as empresas vão produzir mais e nós vamos gerar mais empregos", declarou.

Esse círculo, afirmou Lula, é uma "roda-gigante" que não pode parar nunca. "Ela tem de continuar girando para que a gente possa recuperar o atraso a que o Brasil foi submetido nas décadas em que ele não conseguiu se desenvolver." Ao comentar os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre emprego, que mostram desemprego de 7,7% em setembro - o mesmo de setembro de 2008 -, o presidente disse que os números o deixam "muito satisfeito". "Acho que eles só tendem a melhorar daqui para a frente."

Biodiesel

Lula falou também sobre a adição de 5% de biodiesel ao diesel, anunciada na semana passada e antecipada de 2013 para janeiro de 2010. Conforme o presidente, a medida mostra que a indústria automobilística está segura com a qualidade do biodiesel que o Brasil produz e que, portanto, não traz nenhuma dificuldade para o motor. Para Lula, o País adquiriu uma capacidade de produção e atingiu uma "qualidade excepcional". "Já tem empresas de ônibus testando o B20 (mistura de 20% de biodiesel ao diesel comum) para que a gente possa, nesse momento em que estamos discutindo a questão do clima, despoluir o planeta Terra, e o Brasil pode dar uma contribuição de forma excepcional, aumentando mais o etanol e aumentando mais o biodiesel."

Tudo o que sabemos sobre:
Lularádiocrescimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.