Lupi diz que BB vai oferecer crédito para usados

Após a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para veículos novos, o governo deverá fechar até a próxima semana um acordo com os revendedores de automóveis usados. O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, disse ontem que não vê motivos para demissões no setor.Com o acordo, o Banco do Brasil deverá anunciar uma linha de crédito para o setor no valor de cerca de R$ 2,5 bilhões, provenientes do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT). Lupi, que não detalhou os termos do acordo, disse que existem 42 mil revendedores de usados no País, que empregam 600 mil trabalhadores. Segundo ele, a medida deverá aquecer as vendas de automóveis usados nos próximos meses. O ministro disse que a redução do IPI garantiu ao comércio de veículos novos níveis de vendas, em janeiro, similar aos do mesmo mês do ano passado. Ainda segundo Lupi, setores ligados ao mercado internacional, como mineração, ''podem ter o agravamento de demissões, mas em outros setores, é puro aproveitamento da situação''.

, O Estadao de S.Paulo

31 de janeiro de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.