'Luxo assinado' da Yoo promete valorizar imóveis no Brasil

O celebrado escritório de design de interiores britânico Yoo está fincando bandeira no Brasil. A aposta é investir no "luxo assinado" para edifícios residenciais, comerciais e shopping centers. Não se trata apenas de grife, afirma Carina Bendeck, diretora da Yoo para a América Latina, cuja sede será transferida de Buenos Aires para São Paulo nos próximos meses. "Com a marca Yoo, o valor de venda dos empreendimentos aumenta entre 15% e 20%", afirma.

O Estado de S.Paulo

26 de março de 2012 | 03h06

Hoje, são 47 empreendimentos Yoo em todo o mundo, em países como Estados Unidos, Emirados Árabes Unidos, Argentina, Uruguai e Dinamarca. O valor total desses edifícios é estimado pela empresa em US$ 7 bilhões. No Brasil, a empresa pretende trabalhar com incorporadoras que desenvolvem projetos para a classe A. A ideia da Yoo, segundo Carina, é tirar os imóveis de alto padrão do atual marasmo visual, no qual impera o estilo neoclássico.

Designers como Philippe Starck, Kelly Hoppen, Marcel Wanders e Jade Jagger (filha do vocalista dos Rolling Stones, Mick Jagger) estão entre os profissionais que assinarão projetos em edifícios no Brasil.

Na negociação com as incorporadoras, a Yoo deverá pedir uma participação nas vendas das unidades do empreendimento em troca do desenvolvimento do projeto. "Esse é o interesse. Será muito mais barato para nós entrarmos como sócios do que cobrar um valor pelo projeto."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.