Luxo e charme em paisagem incomparável

Diferentemente das paisagens de locais repletos de turistas de Cancún e outros resorts caribenhos, Santorini, na Grécia, oferece um cenário aparentemente intocado de colinas brancas, praias vermelhas e mares azuis. E, nesse contexto, o Ikies Traditional Houses consegue se destacar bem no topo do arquipélago de ilhas na vila de Oia (pronuncia-se Ía).

, O Estado de S.Paulo

31 de maio de 2010 | 00h00

As casas do Ikies são divididas em compartimentos de vários tamanhos. É possível se hospedar em estúdios (um dormitório), maisonettes (dormitório no andar superior) e suítes. Um toque de charme é dado pelo fato de cada alojamento ter seu próprio nome, presumivelmente derivado de ocupações locais ? como artesão, barqueiro, coletor e antiquário.

As onze moradias de luxo são entalhadas em pedra-pomes e projetadas para se fundir com a arquitetura ? daí o termo "casas tradicionais" de seu nome. O tema de branco brilhante, com o destaque de janelas, telhados e venezianas azuis, cria um efeito hipnotizante quando contrastado com as águas da cor de céu do mar Egeu e os penhascos de argila vermelha.

Sobre penhascos. O Ikies também fez um brilhante uso do ambiente, empoleirando seus apartamentos nos penhascos e expandindo o espaço com varandas, jacuzzis e piscinas privadas, todas cuidadosamente dispostas para a visão do famoso por do sol de Oia.

Além da infraestrutura minuciosamente detalhada, o Ikies tornou-se famoso por sua obsessão com a qualidade do serviço. Pequenos luxos, como funcionários designados apenas para repor o coquetel do hóspede, são comuns. Café da manhã continental e comidas leves também são servidos no quarto, no terraço ou na área da piscina. Para os mais românticos, o Ikies oferece um pacote completo de lua de mel, com champanhe, flores, lençóis de cetim e serviços diferenciados.

Com suas amenidades de serviço completo e paisagem incomparável, o Ikies é um exemplo de primeira do que essa região tem a oferecer.TRADUÇÃO DE CELSO M. PACIORNIK

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.