Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Luz pode ficar mais barata em 28 cidades paulistas

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs hoje redução média de 11,97% nas tarifas cobradas pela distribuidora Bandeirante Energia. A empresa abastece cerca de 1,3 milhão de unidades de consumo em 28 municípios paulistas, localizados principalmente nas regiões do alto Tietê e do Vale do Paraíba.Esta é a segunda revisão tarifária periódica da Bandeirante, feita pela Aneel. A revisão tarifária periódica é diferente do reajuste anual, calculado pela Aneel. Na revisão, que acontece em média a cada quatro anos, a Agência faz uma radiografia da situação financeira e operacional das empresas,para reequilibrar as tarifas.Segundo a Agência, a proposta de redução de tarifa da Bandeirante deve-se aos ganhos de produtividade da empresa e a diminuição da necessidade de arrecadação da Compra de Consumo de Combustíveis (CCC), encargo cobrado nas tarifas que é usado para subsidiar a compra de óleo combustível para termelétricas que abastecem sistemas isolados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.