M. Lynch anunciará novos diretores para área de risco

O executivo-chefe (CEO) e chairman do Merrill Lynch, John Thain, que assumiu a direção da empresa no mês passado, afirmou que está contratando um novo co-diretor para administração de riscos e um executivo-sênior para supervisionar os negócios a fim de ter um melhor controle sobre a tomada de risco.Thain, que já foi CEO da Bolsa de Nova York e presidente do banco de investimentos Goldman Sachs, disse que espera nomear o novo co-diretor ainda hoje, mas não deu detalhes sobre o novo chefe de negócios globais. Ambos trabalharão diretamente com Thain.O grupo financeiro Merrill Lynch anunciou hoje prejuízo líquido de US$ 9,8 bilhões no quarto trimestre do ano passado e de US$ 8,6 bilhões em todo o ano. A instituição conseguiu US$ 12,8 bilhões em aportes junto a fundos soberanos da Ásia desde a chegada de Thain e o executivo afirma que a empresa encerrou 2007 com US$ 80 bilhões em caixa e ativos líquidos. O novo capital é significativamente maior do que as perdas na base de ações da Merrill, segundo Thain.O executivo também disse que continuará vendendo alguns ativos e, por outro lado, transferindo capital para negócios lucrativos neste ano. A companhia recentemente vendeu a maioria dos seus negócios de empréstimos para consumo no mercado de médias empresas e uma unidade se seguros.Thain afirmou que não tem planos de vender a participação de 50% da Merrill na BlackRock, uma administradora de fundos de investimento, que tem um valor estimado em mais de US$ 1,3 bilhão. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.