M. Stanley reduz operações com hipotecas e demite 1 mil

O banco americano Morgan Stanley anunciou que reduzirá suas operações com hipotecas residenciais nos EUA e fechará sua empresa de financiamento hipotecário residencial no Reino Unido, a Advantage Home Loans, em resposta à continuada deterioração dos mercados de hipotecas.Cerca de 1 mil empregados nos EUA e no Reino Unido serão afetados pelas mudanças. Os cortes chegam ao número máximo de demissões estabelecido pela empresa há várias semanas. Pessoas familiarizadas com os planos disseram ao The Wall Street Journal na ocasião que as demissões, correspondentes a 2% da força de trabalho do Morgan Stanley, ocorreriam na unidade de administração de fortunas da corretora e afetariam basicamente os funcionários dos EUA.O banco de investimentos de Nova York continuará a fornecer financiamentos hipotecários nos EUA por meio da empresa Saxon Mortgage Services e também oferecerá hipotecas aos clientes da corretora de varejo."Dado o continuado deslocamento nos mercados hipotecários, reestruturamos nossa empresa de hipotecas residenciais para assegurar que estaremos apropriadamente posicionados para o ambiente futuro", disse Anthony Meola, diretor operacional da empresa de hipotecas residenciais do Morgan Stanley nos EUA.As demissões são as mais recentes relacionadas às hipotecas que algumas das grandes empresas de Wall Street fizeram desde o ano passado, após a piora da crise de crédito. O Lehman Brothers, por exemplo, recentemente anunciou que reduziria "substancialmente" seus empréstimos hipotecários residenciais nos EUA e já dispensou cerca de 3 mil funcionários. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.