Madoff não tem câncer, diz porta-voz

O Departamento Federal de Prisões desmentiu ontem que Bernard Madoff, autor de uma das maiores fraudes da história dos EUA, esteja com câncer e à beira da morte na prisão, como assegurou o jornal New York Post. Em nota, a porta-voz do departamento, Traci Billingsley, disse que a informação do jornal "está cheia de inexatidões", já que Madoff "não está doente em fase terminal e não foi diagnosticado com câncer". O jornal nova-iorquino, sem identificar suas fontes, informou ontem que Madoff comentou sobre a doença com companheiros de prisão, aos quais assegurou que não tinha muito mais tempo de vida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.