Maersk compra 20% de licença brasileira da Devon

O grupo petrolífero dinamarquês A.P. Moller-Maersk firmou acordo para compra de 20 por cento em uma licença de exploração marítima no Brasil da Devon Energy, assumindo uma parte dos custos, disse a Maersk.

REUTERS

31 de março de 2010 | 10h10

A licença BM-C-34 está localizada em Campos, a 150 quilômetros da costa em águas profundas, e o acordo acrescenta participações em outras cinco licenças que a Maersk já possui no Brasil, segundo a empresa.

Recentemente, a Devon anunciou a venda dos 30 por cento restantes de uma fatia e operação na licença à BP, como parte de um acordo em maio envolvendo todos os ativos brasileiros da Devon, enquanto a Petrobras continua como parceira com 50 por cento de fatia, afirmou a Maersk.

Não foram disponibilizados os detalhes financeiros do acordo, que envolve a admissão de uma parte dos futuros custos da parceria.

"Essa farm-in se encaixa bem em nossa ambição de aumentar nossas atividades de exploração marítima no Brasil e oferece uma oportunidade de entrada nas águas profundas em Campos", disse o chefe de exploração da Maesrk, Lars Nydahl Jorgensen, em comunicado.

A bacia de Campos éa principal área produtora de petróleo no país, com mais de 85 por cento da produção total de cerca de 2 milhões de barris diários.

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOMAERSKCOMPRA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.