Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Magnata Rupert Murdoch, de 82 anos, pede divórcio de esposa de 44

Faturamento das empresas do grupo Newscorp no ano passado foi de US$ 33,7 bilhões

EFE,

13 de junho de 2013 | 15h37

NOVA YORK - O magnata australiano Rupert Murdoch, de 82 anos, presidente do conselho de administração do grupo de mídia News Corp, pediu divórcio da sua esposa, Wendi Deng, de 44 anos.

O pedido de divórcio foi apresentado no Supremo Tribunal do Estado de Nova York, onde o casal reside. Murdoch alega que a relação entre marido e mulher levava vem numa 'rota irreparável há seis meses', segundo uma fonte da companhia.

Algumas informações divulgadas apontam que Murdoch e Deng haviam firmado um acordo pré-nupcial.

O fundador e primeiro executivo da Newscorp pagou US$ 1,7 milhão no acordo de divórcio com sua segunda esposa, Anna, em 1999. Ainda não se sabe quanto a atual esposa vai receber na separação. O faturamento das empresas de Murdoch foi de US$ 33,7 bilhões em 2012.

 

Murdoch estava casado desde 1999 com Deng, e tem duas filhas com ela. Dend, de 44 anos, nasceu na China e mora nos Estados Unidos desde 1988.

A revista econômica Forbes classifica Murdoch como o 91º na lista dos mais ricos do mundo, com uma fortuna avaliada em cerca de US$ 11,2 bilhões. Ele também é considerado pela revista como o 26º na lista das pessoas mais poderosas do planeta. 

Este é o terceiro divórcio do magnata da imprensa, que separou pela primeira vez em 1967 - quando sua terceira e atual esposa tinha dois anos. Ele teve dois filhos com a primeira esposa.

O pedido de divórcio foi confirmado poucos dias antes da News Corp separar-se em duas companhias: uma será a News Corporation, que vai incorporar todo o negócio de informação do grupo nos Estados Unidos, Reino Unido e Austrália (com os diários The Wall Street Journal e The Times), assim como as principais editoras de livros, sua firma de serviços integrados e outros ativos na Austrália.

A outra empresa, a 20th Century Fox, vai agrupar as cadeias de televisão e canais a cabo em todo o mundo, e também os estúdios de produção de cinema e o negócio de TV paga na Europa e Índia.

 

Tudo o que sabemos sobre:
RupertMurdochNewscorpdivórcio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.