coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Maior avião de passageiros do mundo faz seu 1º vôo comercial

Airbus A380, com 471 passageiros e pelo menos 30 tripulantes, atrai curiosos em sua aterrissagem na Austrália

Associated Press,

25 de outubro de 2007 | 07h20

O maior avião do mundo fez história nesta quinta-feira, 25, ao concluir seu primeiro vôo comercial. O A380 da Airbus, com 455 passageiros a bordo, saiu de Cingapura e aterrissou em Sydney, na Austrália. Alguns dos passageiros abrigaram-se em suítes de luxo. O A380 da Cingapura Airlines decolou do aeroporto de Changi sem qualquer problema e pousou cerca de sete horas mais tarde em Sydney, inaugurando uma nova era na história das viagens aéreas. Também a bordo da aeronave estava uma tripulação de cerca de 30 pessoas, entre as quais quatro pilotos. Um quarteto de cordas deu adeus aos passageiros no aeroporto de Changi e um trio de jazz os recepcionou na chegada. Os passageiros aplaudiram o superjumbo quando ele decolou, às 8 horas (horário local), de Changi. Mais aplausos surgiram 16 minutos depois, quando o avião de dois andares, movido por quatro motores Rolls Royce Trent 900, atingiu uma boa altitude em um céu quase sem nuvens. Os comissários de bordo deram champagne e certificados para os passageiros - alguns destes pagaram dezenas de milhares de dólares em um leilão online pelos assentos do primeiro vôo do A380. "Eu nunca estive em nada deste tipo no ar em toda a minha vida", disse o australiano Tony Elwood, que viajou na suíte de primeira classe. "Isto fará tudo que vier depois simplesmente horrível", disse. Após ter pago US$ 50 mil por dois lugares, o seu e da esposa, ele teve direito a champagne Dom Perignon almoçou lagosta marinada e sopa de frango em banho-maria. O avião de dois andares acaba com um reinado de quase 37 anos do Boeing 747, até então a maior aeronave de passageiros do mundo. A Airbus, fabricante do A380, diz que o novo modelo também é o mais eficiente em consumo de combustível, e o jato de passageiros mais silencioso que já foi construído, tanto interna quanto externamente. Após 18 meses de atraso e bilhões de dólares em custos extras, o A380 foi entregue para a Cingapura Airlines em 15 de outubro. A companhia disse, porém, que a espera valeu a pena. Ela terá exclusividade em vôos com a aeronave por dez meses. A Cingapura Airlines vendeu a maioria dos assentos do vôo inaugural em um leilão no eBay e levantou US$ 1,26 milhão para obras de caridade. O maior lance foi de pouco mais de US$ 100 mil, por duas suítes. O passageiro, de nome Julian Hayward, foi o primeiro a embarcar. Representantes da companhia informaram que, dos 455 passageiros, 11 instalaram-se em suítes - uma delas foi mantida vazia para que pudesse ser observada pelas outras pessoas a bordo.

Tudo o que sabemos sobre:
A380

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.