Maior diamante azul do mundo é vendido por  R$ 62 milhões

Leilão de jóias em Genebra, na Suíça, bateu recorde com arrecadação de R$ 343,2 milhões

Economia & Negócios,

15 de maio de 2014 | 10h41

GENEBRA - A casa de leilões Christie's informou que o seu leilão de joias da primavera, em Genebra, arrecadou um valor recorde de US$ 154,2 milhões, o equivalente a R$ 343,2 milhões. Entre as joias vendidas está o maior diamante azul do mundo.

A Christie's disse que o diamante azul em forma de pera de 13,22 quilates foi vendido por US$ 28 milhões, valor que também foi recorde mundial de US$ 2 milhões por quilate para um diamante azul. Em reais o valor do diamente equivale a R$ 62,3 milhões.

A casa de leilões informou que um broche de diamantes da grife Cartier de 1912 foi arrematado por R$ 17,5 milhões, 660% a mais do que quando a peça foi vendida pela primeira vez pela Christie's de Genebra em 1991.

Um diamante em forma de pera de 75,97 quilates foi vendido por quase US$ 14,5 milhões, ou R$ 32,2 milhões.

A arrecadação da Christie's com o leilão na noite de quarta-feira, 14, bateu um novo recorde mundial da noite anterior, onde a casa de leilões Sotheby's vendeu joias por US$ 141,5 milhões, o equivalente a R$ 314 milhões.

Entre as joias vendidas pela Sotheby's está um anel de diamante amarelo de 100,09 quilates por US$ 16,3 milhões, ou R$ 36,2 milhões.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Leilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.