Maior dificuldade é com spreads

Enquanto tenta aprimorar a divulgação de informações sobre os juros cobrados no mercado financeiro, o Banco Central (BC) enfrenta dificuldades técnicas que atrapalham a divulgação do ranking de spreads bancários. A tabela é mais uma iniciativa do Banco Central para tentar aumentar a concorrência entre os bancos no crédito e pressioná-los a reduzir a margem cobrada nos financiamentos. Técnicos do BC afirmam que o trabalho tem se mostrado "muito complexo" e estudam a forma mais adequada para o cálculo. Não está definido, por exemplo, se o ranking tratará apenas das instituições financeiras ou se haverá detalhamento nas diferentes operações de crédito. A principal dificuldade está em estabelecer a origem do dinheiro usado nos financiamentos. Em um empréstimo pessoal, por exemplo, o dinheiro pode vir dos depósito à vista, (CDB), da poupança ou de outra operação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.