Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Maior parte das receitas com anúncios do Facebook tem origem fora dos EUA

Mercados internacionais responderam por 51% das vendas globais de publicidade na rede social no primeiro trimestre do ano

Reuters

10 de junho de 2015 | 16h13

Os mercados internacionais dão mais receitas com anúncios que os Estados Unidos ao Facebook, respondendo por 51% das vendas globais de publicidade no primeiro trimestre, sendo que o crescimento na Ásia é o mais rápido no mundo, de 57%, disseram executivos da companhia à Reuters.

O Facebook divulgou seu crescimento regional em termos porcentuais, mas esta foi a primeira vez que detalhou as vendas de anúncios fora dos Estados Unidos e do Canadá como um percentual das vendas no mundo.

Como os anunciantes, a maior rede social do mundo olha para os mercados internacionais para crescer.

"Os próximos 1 bilhão de consumidores virão desses países", disse Carolyn Everson, vice-presidente global de soluções de marketing do Facebook.

O total de receitas com anúncios no trimestre aumentou 46%, para US$ 3,3 bilhões, a maior parte das receitas trimestrais de US$ 3,5 bilhões do Facebook. Cinquenta e um por cento do total das receitas com anúncios seriam cerca de US$ 1,7 bilhão para os mercados internacionais. As receitas com publicidade no exterior subiram 36% na comparação anual, disse o Facebook.

Enquanto a Europa está crescendo mais devagar que os Estados Unidos, a região da Ásia Pacífico está à frente e é foco do Facebook.

Tudo o que sabemos sobre:
economianegóciosFacebookpublicidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.