Maior parte dos tributos teve alta real de arrecadação

A maior parte dos tributos registrou alta real de arrecadação em julho, na comparação com o mesmo mês de 2012. Segundo dados divulgados nesta segunda-feira, 19, pela Receita Federal, houve alta de 13,82% nas receitas com Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) e de 12,45% no Imposto de Renda retido na fonte sobre rendimentos de residentes no exterior.

ADRIANA FERNANDES E RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

19 de agosto de 2013 | 11h24

O Imposto de Importação e o IPI vinculado à importação registraram alta de 9,89% no mês passado. A arrecadação com o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) cresceu 2,91% ante julho de 2012 e a de PIS e Cofins subiu 2,46%. A receita previdenciária, por sua vez, subiu 2,09% em julho ante julho de 2012.

Por outro lado, a arrecadação do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) caiu 6,54%, em função de uma redução na arrecadação do imposto sobre ganhos de capital na alienação de bens. A arrecadação com Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) também teve queda de 10,67% em relação a julho de 2012, em função da redução a zero da alíquota relativa às aplicações financeiras de capital estrangeiro.

Receitas administradas

A arrecadação das chamadas receitas administradasde janeiro a julho apresentou um crescimento de apenas R$ 5,99 bilhões. Os tributos que mais contribuíram para o aumento foram PIS/Cofins (R$ 6,44 bilhões), receitas previdenciárias (R$ 4,79 bilhões) e IRPJ/CSLL (R$ 3,38 bilhões).

Por outro lado, pesando negativamente na balança estão Cide-Combustíveis (- R$ 2,93 bilhões), IOF (- R$ 2,640 bilhões) e o imposto de renda retido na fonte sobre rendimentos de capital (- R$ 2,475 bilhões). Também pesou negativamente a arrecadação do imposto de renda retido na fonte sobre rendimentos do trabalho (- R$ 900 milhões) e o IPI, exceto o vinculado, que registrou queda de R$ 840 milhões.

Embora tenham contribuído positivo para a arrecadação, as receitas do IRPJ e CSLL cresceram apenas 2,96% no período de janeiro a julho, em relação ao mesmo período do ano passado. A arrecadação de PIS/Cofins cresceu 4,88%.

Tudo o que sabemos sobre:
ReceitaarrecadaçãoJulhoalta

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.