Maioria das agências atende normalmente, apesar da greve

As agências bancárias instaladas na Avenida Paulista realizam nesta manhã, em quase sua totalidade, atendimento normal ao público, apesar da continuação da greve dos bancários. A reportagem da Agência Estado percorreu as agências bancárias da região e constatou que somente funcionários do Banco do Brasil e do banco Santander-Banespa não retomaram o atendimento ao público e, portanto, desacataram a determinação do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região que decretou que, pelo menos, 60% dos funcionários das agências prestassem atendimento. Na Caixa Econômica Federal, o atendimento está mantido, ainda que de forma precária. Em frente à Caixa, assim como nas agências do Santander, há concentração de alguns funcionários com faixas e adesivos do anúncio de greve. Em outras instituições percorridas pela reportagem - Nossa Caixa, Itaú, Unibanco, Rural, Safra, HSBC, Bank Boston, Banrisul, Sudameris, ABN-Real - o atendimento está normalizado. Bancários vão recorrer da liminar Hoje, os bancários do Estado de São Paulo apresentam às 11h30 uma medida cautelar incidental no Tribunal Regional do Trabalho do estado pedindo a suspensão da medida liminar que foi concedida ontem determinando a abertura de todas as agências bancárias de São Paulo com pelo menos 60% dos funcionários em cada uma delas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.