finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Maioria das indústrias vê mais investimentos neste ano

De 688 indústrias consultadas, 60,2% prevêem mais investimentos em 2007 que no ano passado

Agência Estado e Reuters,

20 de agosto de 2007 | 10h33

A maioria das indústrias brasileiras pretende investir mais neste ano, mostra sondagem da Fundação Getúlio Vargas (FGV) divulgada nesta segunda-feira, 20.   Das 688 indústrias consultadas, 60,2% prevêem mais investimentos em 2007 que no ano passado, em termos reais, e 39,8% projetam investir menos.   O setor de bens intermediários é o que mais vê investimentos no segundo semestre do ano. Os segmentos de bens de capital e materiais de construção prevêem um arrefecimento, segundo a pesquisa.   "O conjunto de resultados mostra haver uma relação entre os segmentos que estão com o nível de utilização da capacidade elevado e os que estão com maior ímpeto para investir", disse a FGV em nota.   No que concerne à composição dos investimentos, o levantamento mostra interesse das empresas em elevar gastos com o quesito "ampliação e reformas das instalações industriais" nos dois últimos anos. Em seguida vêm os gastos com "máquinas e equipamentos nacionais".   O levantamento foi feito entre 2 e 31 de julho em 24 Estados.

Tudo o que sabemos sobre:
Investimentosempresas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.