carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Maioria do bancos aposta em alta dos juros

O aumento das expectativas de inflação para o próximo ano deve levar o Banco Central a aumentar a taxa básica de juros na reunião, que teve início hoje e termina nesta quarta-feira. Essa é a estimativa de 20 de um total de 22 instituições consultadas entre ontem e hoje pela Agência Estado.A preocupação com a trajetória da inflação para o próximo ano se agravou com a divulgação ontem, da pesquisa Focus que o BC faz com 124 instituições financeiras. A pesquisa revelou que o mercado elevou de 9% para 9,81% a expectativa para o IPCA em 2003. Do total de instituições ouvidas, 14 acreditam em uma puxada de 1 ponto porcentual na taxa Selic, de atuais 21% ao ano para 22%.O banco Santander defende um reajuste de 2 pontos porcentuais, enquanto os bancos Boreal e Modal trabalham com um intervalo de 1 a 2 pontos porcentuais de alta na taxa básica de juros. Os bancos Sudameris, JP Morgan e o BankBoston esperam um aumento de apenas 0,50 ponto porcentual na taxa de juros para 21,5% ao ano.O banco Cruzeiro do Sul e a Unibanco Asset Management (UAM) estão trabalhando com a possibilidade de manutenção da taxa Selic. O economista-chefe da UAM, Alexandre Mathias, até acha que a taxa de juros terá que ser elevada, mas apenas entre dezembro e janeiro. "Mas agora seria uma medida ineficaz, uma vez que as expectativas em torno deste Copom estão embasadas sobre as expectativas de inflação para o próximo ano. E uma elevação de juros agora não vai conseguir mexer com as estimativas de inflação para 2003", afirma.Mathias chama também a atenção para o fato de que as expectativas de inflação deste ano estarem se firmando com base na equipe econômica do próximo governo e não do atual, que como todos já sabem, sempre esteve comprometida as metas de inflação.Para ele, seria melhor o Banco Central aguardar um pouco mais, esperar pela divulgação dos nomes que farão parte da próxima equipe econômica e se as expectativas de inflação para o próximo ano serão mantidas.

Agencia Estado,

19 de novembro de 2002 | 18h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.