Maioria dos acordos não repôs inflação em 2003

A grande maioria (58%) das negociações coletivas de trabalho em 2003 resultou em reajuste salarial abaixo da inflação medida pelo INPC do IBGE, que ficou em 9,3%. Segundo o estudo do Dieese divulgado hoje, é o pior resultado desde o início da pesquisa, em 1996. Técnicos do departamento esperam um melhor desempenho nas negociações desse ano entre sindicatos de trabalhadores e representantes patronais. "Não computamos ainda dado de 2004, mas é possível especular que se de fato a economia obtiver o desempenho projetado, de crescimento de 3,5%, haverá reflexo nas negociações salariais", disse superintendente técnico do Dieese em São Paulo, José Silvestre Prado de Oliveira.

Agencia Estado,

18 Março 2004 | 16h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.