Maioria dos alemães é favorável à permanência da Grécia na zona do euro, mostra pesquisa

A maioria dos alemães é favorável à permanência da Grécia na zona do euro, apesar de seu novo governo de esquerda em Atenas rejeitar austeridade, mostrou uma enquete para o jornal Bild am Sonntag neste domingo.

REUTERS

01 Fevereiro 2015 | 10h53

Dos entrevistados, 62 por cento disseram ser favoráveis à permanência da Grécia na união monetária de 19 países, mostrou a pesquisa com 504 pessoas realizada na quinta-feira pelo grupo de Emnid. Apenas 26 por cento queriam a Grécia fora do euro.

O novo governo em Atenas deixou claro desde o seu primeiro dia no poder na semana passada que não iria voltar atrás em sua promessa eleitoral de abandonar as políticas de austeridade impostas à Grécia em um programa de resgate acordado pelo último governo.

O novo primeiro-ministro grego Alexis Tsipras, no entanto, ligou para o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, na sexta-feira à noite para garantir-lhe que Atenas estava buscando um acordo, disse um funcionário do governo.

(Por Paul Carrel)

Mais conteúdo sobre:
MACRO GRECIA ALEMANHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.