Mais 300 cabeças de gado serão sacrificadas em MS

Quase 300 cabeças de gado nelore serão sacrificadas nesta segunda-feira na Fazenda Jangada. A propriedade rural é vizinha da Fazenda Vezozzo, situada no município de Eldorado, extremo sul de Mato Grosso do Sul, na divisa com o Paraguai, onde 183 animais da raça Limosan foram sacrificados na semana passada devido o contágio pela febre aftosa.O diretor-presidente da Agência Estadual de Defesa Sanitária, Vegetal e Animal, João Crisostomo Muad Cavallero, explicou tratar-se de um lote de nelore que foi contaminado pela doença devido à proximidade com a Fazenda Vezozzo."Constatamos a contaminação de oito bois na Fazenda Jangada, porém, todo o lote será sacrificado. Eu recebi autorização do próprio ministro de Agricultura, Roberto Rodrigues. Estudamos exaustivamente a situação e não existe outra saída", justificou.Sobre as suspeita de febre aftosa em três pequenas propriedades rurais de Japorã, vizinho de Eldorado, o diretor informou que nos primeiros dois testes não foi identificada a doença nas amostradas de sangue coletadas na quarta-feira.Todo o setor pecuário de Mato Grosso do Sul está apreensivo com o foco de aftosa, temendo a possibilidade de um alastramento ao longo desta semana - conforme previsões do secretário estadual de Produção Dagoberto Nogueira Filho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.