Divulgação
Divulgação
Imagem Adriana Fernandes
Colunista
Adriana Fernandes
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Mais cinco bancos vão participar do socorro às elétricas

Participação do BNDES no empréstimo será de R$ 2,7 bilhões, contra R$ 3 bilhões previstos anteriormente

Adriana Fernandes, Agência Estado

13 de agosto de 2014 | 16h34

Subiu para 13 o número de bancos que participarão do segundo empréstimo de socorro às distribuidoras elétricas, informou o secretário Executivo do Ministério da Fazenda, Paulo Rogério Caffarelli. Além dos oito bancos anunciados na semana passada, entraram no consórcio o Bank of América, JP Morgan, Credit Suisse, Banrisul e BRB. O segundo empréstimo tem valor de R$ 6,6 bilhões.

O secretário confirmou que a primeira parcela do empréstimo será creditada no próximo dia 19 (terça-feira). Segundo ele, a participação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) no empréstimo será de R$ 2,7 bilhões e não de R$ 3 bilhões, como o previsto inicialmente. 

Além do BNDES, participam do consórcio outros sete bancos: Banco do Brasil, Caixa, Bradesco, Itaú, Santander, BTG Pactual e Citibank. Os nomes desses bancos já haviam sido anunciados na semana passada. Nessa operação, que tem carência até outubro de 2015 e pagamentos entre novembro de 2015 a novembro de 2017, o custo foi fixado em CDI mais 2,35% ao ano. 

Segundo Caffarelli, os dez bancos que entraram no primeiro empréstimo participam do segundo financiamento. O primeiro empréstimo foi de R$ 11,2 bilhões.

Nos dois empréstimos, que somam R$ 17,78 bilhões, a participação dos bancos públicos federais - Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - alcança 52,58%. O restante cabe às demais instituições financeiras participantes do sindicato de bancos - Bradesco, Itaú, Santander, BTG Pactual, Citibank, J.P. Morgan, Credit Suisse, Bank of America, BRB e Banrisul. 

O Ministério da Fazenda informou que não estão previstas novas operações de crédito.

Tudo o que sabemos sobre:
energiaemprestimoelétricas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.