Helvio Romero|Estadão
Helvio Romero|Estadão

Mais de 20 milhões de passageiros devem passar por aeroportos no fim do ano

Operação Fim de Ano nos principais aeroportos terá início no dia 10 de dezembro, se estendendo até 10 de janeiro de 2016

Victor Aguiar, O Estado de S.Paulo

02 de dezembro de 2015 | 16h48

SÃO PAULO - O ministro da Aviação Civil, Eliseu Padilha, anunciou hoje que a Operação Fim de Ano nos principais aeroportos brasileiros terá início no dia 10 de dezembro, se estendendo até 10 de janeiro de 2016. Durante o período, a expectativa é que pouco mais de 20 milhões de passageiros passem pelos terminais em viagens de Natal, Ano Novo e férias escolares.

Em nota enviada à imprensa, a Secretaria de Aviação Civil (SAC) informa que, ao longo dos 30 dias da operação Fim de Ano, serão reforçadas as operações nos terminais de Guarulhos, Congonhas e Viracopos (SP), Galeão e Santos Dumont (RJ), Brasília (DF), Confins (MG), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA), Curitiba (PR), Manaus (AM), Fortaleza (CE), São Gonçalo do Amarante (RN) e Cuiabá (MT).

Segundo a secretaria, Padilha se reuniu hoje com representantes de companhias aéreas, operadores aeroportuários e entidades do setor, afirmando que o setor aéreo deve registrar "saldo positivo de 1,3% em 2015 em relação ao verificado em 2014", de acordo com dados da Anac - no acumulado dos dez primeiros meses do ano, a demanda doméstica acumulou alta de 2,6% no ano e a oferta, aumento de 1,9%, conforme a contabilidade da Anac.

A SAC ainda informa que a estimativa é que o mês de dezembro encerre com incremento de 1,14% na movimentação aeroportuária do País, com cerca de 157,6 mil pousos e decolagens, e que dezembro deve apresentar demanda estável em relação ao mesmo mês do ano passado.

Operação. A Infraero prevê um incremento de 1,75% no efetivo de pessoal em nove aeroportos sob sua administração. Já os operadores dos terminais concedidos (Brasília, Guarulhos, Viracopos, Galeão, Confins, São Gonçalo do Amarante/Natal) anunciaram que o reforço de mão de obra deve chegar a 5,70% no período da Operação Fim de Ano.

Entre os compromissos assumidos pela Infraero para a gestão aeroportuária durante a operação estão o uso de mais equipes de apoio e informação ao viajante, o remanejamento de funcionários para turnos de maior movimento e medidas que garantam maior fluidez operacional nas atividades. Além disso, também serão ativados planos de contingência de manutenção, equipamentos críticos, pista e pátio, além de sistemas de acessibilidade (libras) nos aeroportos de Congonhas (SP) e Santos Dumont (RJ).

Entre os itens pactuados com as companhias aéreas TAM, Gol, Azul e Avianca, estão a manutenção dos níveis de reservas e vendas estritamente alinhados à capacidade de aeronaves, rotas planejadas e prestação de serviço de rampa e capacidade da tripulação, além do reforço nas equipes de segurança, rampa e atendimento, tripulantes, suprimentos, operações e manutenção, entre outros pontos. 

Mais conteúdo sobre:
NatalAno NovoInfraero

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.