Mais facilidade para pagar as contas

O resultado da ampliação dos prazos do crediário e redução das taxas de juros é o aumento do poder de compra da população de menor renda. Nas contas do diretor do Banco PanAmericano, Wilson Roberto de Aro, o potencial de consumo aumenta em 35% quando, por exemplo, um plano de 12 meses vai para 24 prestações, com juros de 5% ao mês e o valor do crédito é R$ 100.Amparada pela conjuntura favorável, a financeira alongou de 12 para 15 meses o prazo dos empréstimos para crédito pessoal e dobrou de 12 para 24 vezes o número de prestações dos financiamentos para equipamentos de informática. Sem risco de explosão de vendas"O consumo de produto popular não vai dar um salto como no início do Plano Real", prevê Aro. O executivo diz que o comprometimento da renda com dívidas diminuiu de 30% para 20% em razão do prazo mais longo. A intenção desse maior rigor é reduzir o risco da inadimplência. Para fisgar o consumidor de menor renda, o Banco Zogbi está lançando um cartão próprio, com crédito pré-aprovado e espera pular dos atuais 120 mil cartões para 1,5 milhão em cinco anos. Segundo o diretor-superintendente, Antônio Elias Zogbi Neto, taxa de juro menor tem mais reflexos na multiplicação das vendas financiadas do que prazos alongados. Consumidor mais confiante Mesmo assim, o banco esticou os prazos dos empréstimos para veículos usados para 36 meses e para carros comprados a partir de 1991. Já a Losango não está oferecendo prazo maior. " Um ganho adicional de receita vem seguido de uma provisão maior de perdas", diz o diretor de Marketing, Leonel Andrade. Apesar disso, destaca que o cliente está migrando para financiamentos ligeiramente mais longos. Em junho de 1999, o prazo médio era de seis meses e hoje está em sete meses para compra de bens duráveis e crédito pessoal. A confiança do consumidor é fundamental para impulsionar as compras. Especialistas destacam que essa variável responde por 50% das decisões de assumir dívidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.