Mais pessoas chegam para protestar contra Duhalde

Duas horas depois do horário convocado para o panelaço (20h, horário local desta sexta-feira), milhares de pessoas começam a chegar à Praça de Maio, onde já estavam concentradas pelo menos cerca de cinco mil pessoas.Até agora, não foi registrado nenhum incidente, mas o policiamento foi significativamente reforçado. Agora há pouco um contingente da Polícia Federal reforçou as barreiras que cercam a Casa Rosada, sede do governo.Por volta das 21h30 (horário local), as Mães da Praça de Maio se somaram à multidão, sob fortes aplausos e panelaços. Centenas de fotógrafos e cinegrafistas disputam árvores e postes para encontrar um melhor ângulo e registrar o primeiro protesto organizado contra o governo do presidente Eduardo Duhalde.A maior parte das pessoas que chegou à Praça de Maio é formada por mulheres com crianças. Neste momento (22 horas locais) começou a cair uma leve chuva, sem, porém, intimidar o protesto pacífico de milhares de argentinos.Está previsto que, até a meia-noite, cheguem pelo menos mais 10 mil pessoas à Praça de Maio. A maioria veio com tampas de panelas, latas e pedaços de pau.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.