Mais quatro postos de combustíveis são autuados em SP

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem-SP), vinculado à Secretaria da Justiça e da Defasa da Cidadania, divulgou na última segunda-feira o resultado de mais uma etapa da operação "De Olho na Bomba", registrando mais quatro postos de combustíveis autuados por irregularidades.Entre 30 de maio e 9 de junho, fiscais do Ipem-SP visitaram 27 postos, inspecionando 183 bombas. Destas, dez apresentaram problemas contra o consumidor e foram interditadas.Os postos têm 15 dias, a partir da constatação das irregularidades, para apresentar defesa junto à Superintendência do Instituto. A penalidade varia de uma advertência ao pagamento de multas de até R$ 50 mil - dobrando em caso de reincidência.Além do Ipem-SP, compõem a operação "De Olho na Bomba" a Fundação de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), a Secretaria da Fazenda e a Polícia Civil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.