Mais um banco reduz juros do cheque especial e crédito pessoal

A assessoria do banco Itaú anunciou na noite desta quinta-feira uma redução nas taxas do cheque especial e crédito pessoal. O banco segue o seu maior rival, o Bradesco, que ontem também reduziu as taxas de juros após a decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central te reduzir a Selic de 26% para 24,5% ao ano. As novas taxas estarão em vigor a partir de segunda-feira. Para o cheque especial, a taxa máxima cai de 9,50% para 9,35% ao mês e a mínima, de 3,40% para 3,35% ao mês. No crédito pessoal os juros máximos cobrados pelo banco foram reduzidos de 6,60% para 6,45% ao mês e os juros mínimos caíram de 4,30% para 4,20% ao mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.