Mais um pássaro no céu: o Embraer 170

Os trabalhadores da Embraer pararam a produção na manhã desta terça-feira para acompanhar o primeiro vôo do mais novo jato da empresa, o Embraer 170, em São José dos Campos. Aplausos e assovios marcaram a realização do teste, que segundo a assessoria, obteve sucesso.?Está é mais uma marca expressiva para a Embraer, um momento muito especial e recompensador?, disse entusiasmado o diretor-presidente da empresa, Maurício Botelho. O vôo inaugural durou cerca de duas horas e meia.Ao desembarcarem do 170, os pilotos de teste José Carlos Rodrigues e Eduardo Camelier, juntamente com o engenheiro de ensaios em vôo Gilberto Cardoso, mostraram-se satisfeitos com o vôo inaugural. ?Tudo se passou conforme planejado?, disseram.A aeronave faz parte da nova família de jatos da Embraer, para 70 a 108 passageiros, e chega ao mercado no valor médio de US$ 24 milhões. Atualmente, a nova família de jatos está com 112 pedidos firmes e 202 opções de compra. O primeiro Embraer 170 será entregue em dezembro para a empresa suíça Crossair, que fez 60 pedidos firmes e tem 100 opções de compra.Depois do sucesso do teste, o próximo passo da Embraer é conseguir até o final deste ano a certificação e homologação da aeronave nos órgãos responsáveis nos Estados Unidos, Europa e Brasil. Para isso planeja usar seis aviões de teste e dois corpos de prova para ensaios estruturais. Segundo a assessoria de imprensa, a previsão da realização dos testes deve ser confirmada na próxima semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.