Malan diz que governo Lula deve deixar ideologia de lado

O ex-ministro da Fazenda e atual vice-presidente do Conselho de Administração do Unibanco, Pedro Malan, disse nesta sexta-feira que há muito ainda o que fazer para garantir o desenvolvimento sustentado e sugeriu aos ministro do governo Lula que deixem de lado a ideologia. "É preciso que alguns ministros do atual governo venham a público dizer com clareza que não há mais ideologia em jogo e que as regras estão agora voltadas para colocar em prática a geração de emprego e renda, a diminuição entre riqueza e pobreza e a eliminação da fome?, afirmou em palestra no Rio. Para o ex-ministro "não há mais discussão sobre qual é o rumo a ser tomado, pois há um consenso sobre a necessidade de articulação do Estado; falta saber como agir". Malan brincou que o aspecto social da palestra não "foi porque está em moda o tema no governo Lula". "Todos sabem do meu histórico de atuação e estudos voltados para essa área." Segundo Malan, a estabilidade, a educação e a produtividade são os pontos principais para garantir a agenda de crescimento do Brasil nos próximos anos. "O ideal seria que todos os envolvidos em instituições públicas se juntassem na busca de convergência do debate atual rumo ao crescimento", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.