Malan exige "comprometimento crível" com estabilidade

O ministro da Fazenda, Pedro Malan, destacou a necessidade de um "grau de comprometimento crível" com o funcionamento dos três regimes macroeconômicos atuais (regime de responsabilidade fiscal, monetário e cambial). O recado foi dado quando defendia a manutenção de quatro pilares para o País como resposta às fragilidades e incertezas do cenário internacional, em palestra durante a troca de comando da CVM, no Rio. "Quero sublinhar até a palavra crível, principalmente neste momento, em que vamos ter democraticamente uma nova administração, eleita em outubro, responsável pela gestão da coisa pública", complementou. "E o regime de responsabilidade fiscal, com tudo aquilo que ele significa. Uma coisa é uma expressão retórica em favor da responsabilidade fiscal e uma coisa é a compatibilidade crível deste compromisso com a sequência de outras propostas que aparecem com frequência em alguns discursos e às vezes da mesma pessoa", afirmou. Além dos regimes macroeconômicos, Malan citou a consolidação da estabilidade instituicional, busca de um crescimento sustentado ao longo dos anos e melhora das condições de vida da sociedade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.