Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Manifestação em defesa do etanol reúne 4 mil em Jaú

Manifestação contra a crise no setor sucroenergético reúne cerca de 4 mil pessoas nas proximidades do trevo entre as rodovias comandante João Ribeiro de Barros (SP-225) e Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), em Jaú, no interior de São Paulo. O evento, denominado Dia de Competitividade do Etanol é promovido pela Associação dos Plantadores de Cana da Região de Jaú (Associcana). Segundo a Associcana, quatro usinas da região paralisaram as atividades nesta quinta-feira, 24, para engrossar a manifestação.

CHICO SIQUEIRA, Agencia Estado

24 de abril de 2014 | 11h45

Dezenas de caminhões, ônibus e tratores de usinas e fornecedores de cana da região de Jaú estão estacionados às margens do trevo, num terreno em frente da fabricante multinacional de máquinas agrícolas New Holland. A Polícia Militar controla a situação, que é tranquila, com fluxo normal nas duas rodovias. Representantes de agricultores, usineiros, trabalhadores do setor, prefeitos e deputados, discursam neste momento sobre o tema. "Estamos protestando contra a crise no setor e em defesa da competitividade do etanol. O setor não pode continuar vivendo com o fechamento de tantas usinas e tanto desemprego", disse o presidente da Associcana, Eduardo Vasconcelos Romão.

A Associcana também programou uma blitz no centro de Jaú, que vai distribuir dois mil litros de etanol de graça para os motoristas que fixarem um selo com o lema da campanha em seus carros. A distribuição do etanol, segundo os organizadores, é para chamar a atenção da população sobre o problema vivido pelo setor.

Tudo o que sabemos sobre:
etanolJaúmanifestação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.