Manifestações no plenário contra demissão de Lessa

A demissão do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Carlos Lessa, provocou manifestações de protesto de deputados do PT no plenário da Câmara. O deputado Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP) lamentou a demissão. De acordo com ele, a saída de Lessa vai deixar o governo com uma só visão econômica. O deputado Nazareno Fonteles (PT-PI) ressaltou da tribuna a importância da gestão de Lessa no BNDES, "que se contrapõe à burocracia a serviço do sistema financeiro internacional e do sistema financeiro nacional que reina no Ministério da Fazenda e no Banco Central". O deputado Fernando Ferro (PT-PE) considerou a saída de Lessa "uma grande perda" e manifestou admiração por Lessa considerando-o "um patrimônio do país", um nacionalista comprometido com o Brasil. O deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ) disse que via em Lessa a "resistência a uma política econômica que privilegia o capital especulador". Opinião oposta O senador Tasso Jereissatti (PSDB-CE) disse que espera que a transferência do ministro do Planejamento, Guido Mantega, para a presidência do BNDES resulte em "maior afinação" entre o comando do banco e os ministros Luiz Fernando Furlan (Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior) e Antonio Palocci (Fazenda). "O que não podemos aceitar é essa falta de sintonia, que tem sido causa de inibição de investimentos no País, entre o BNDES e os Ministérios do Desenvolvimento e da Fazenda", afirmou Jereissatti. O senador entende que o BNDES, "como principal instrumento de financiamento da produção no País, não pode ficar nessa situação." Segundo Jereissatti, o que vinha ocorrendo na gestão de Carlos Lessa no BNDES "era uma coisa muito grave". O senador tucano enfatizou que considera urgente, "mais do que nomes", que o presidente Lula atue para solucionar a situação de divergência entre o comando do BNDES e a equipe econômica. Leia mais: Lessa é demitido do BNDES; Mantega assumirá Lessa não é encontrado para comentar demissão Lessa se define com um "neonacionalista" CUT lamenta saída de Lessa Lessa conversou com Lula; vice do BNDEs também sai

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.