Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Manifestantes ligados a sindicatos protestam contra a reforma da Previdência no Rio

Grupo se concentra em frente à Fundação Getúlio Vargas no bairro de Botafogo, zona sul do Rio, onde acontece um seminário sobre as mudanças nas regras do INSS

Vinicius Neder, O Estado de S.Paulo

11 Dezembro 2017 | 09h45

RIO - Manifestantes ligados ao movimento sindical se reúnem na manhã desta segunda-feira, 11, em frente à Fundação Getulio Vargas (FGV), em Botafogo, zona sul do Rio, em protesto contra a reforma da Previdência. Um dos auditórios do prédio recebe nesta manhã o seminário "Previdência: o desafio imposto pela longevidade", organizado pela EPGE, Escola de Negócios e Finanças da FGV, e pelo Banco Mundial.

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, participaria do seminário, mas ele ficou em Brasília para reuniões com o presidente Michel Temer. O secretário de Previdência do Ministério da Fazenda, Marcelo Caetano, dará palestra no seminário, que começou pouco depois das 9h15.

Por volta de 8h50, a reportagem contou cerca de 25 pessoas no protesto. Alguns portavam bandeiras do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Sintufrj), cujo logotipo estava num carro de som que transmitia os discursos. Os discursos lançavam críticas à reforma da Previdência e a Meirelles, bem como ao próprio seminário.

No evento, economistas do Banco Mundial apresentarão as conclusões de estudo sobre os gastos públicos no Brasil, divulgado há algumas semanas em Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.